Toque de Alerta - toquedealerta.com.br
CIDADE
Segunda - 01 de Outubro de 2018 às 17:27
Por: Redação TA c/ Sicom-CBA

    Imprimir


Luiz Alves

Colocado em prática pela Prefeitura de Cuiabá no início de setembro deste ano, o plano de contenção de erosões e revitalização de passeios públicos já tem apresentado resultados positivos. O trabalho, que visa sanar os problemas estruturais em calçadas e pistas de rolamento em dezenas de pontos identificados pela Secretaria Municipal de Obras Públicas, fechou os primeiros 30 dias de atividade com pelo menos três locais com as demandas completamente finalizadas.

O primeiro lugar a receber o reparo está situado no trecho entre a Avenida Miguel Sutil e o acesso ao Centro de Eventos do Pantanal, onde o serviço foi finalizado há cerca de duas semanas. Na última semana, outras duas áreas também foram concluídas, sendo uma na via de ligação do bairro Rodoviária Parque com a Miguel Sutil e outro na Avenida Tancredo Neves, nas proximidades da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) – Morada do Ouro. A partir de agora, a equipe deve seguir para outro trecho da Avenida Miguel Sutil, no bairro Coophamil.

“Esse é um trabalho preventivo, que estamos fazendo em vários locais com erosão. Como estamos começando a entrar no período chuvoso, é importante intervimos para que essas ruas e avenidas não fiquem interditadas. Estamos buscando a melhor forma de resolver esses problemas. Efetuamos o alongamento da tubulação - para aumentar a vazão de água, concretamos novamente a calçada e recuperamos o meio-fio e o asfalto deteriorados. As obras estão seguindo conforme o programado e, de imediato, vamos avançar para outros lugares”, explica o secretário Vanderlúcio Rodrigues.

Conforme estabelecido em contrato, a empresa responsável em dar andamento nas obras possui 120 dias como prazo de execução. Nesse período, o trabalho deve ser realizado nas quatro regiões da Capital, tendo os seguintes locais como pontos já mapeados: Travessa Delgado Santana com a Rua Paranaíba, no bairro José Pinto; Córrego do Bufante, no Despraiado; Rua Osvaldo da Silva Corrêa com a Budapeste, também no Despraiado; Avenida José Feliciano Figueiredo, Porto; Rua Brilhante, no bairro Alvorada; e Avenida Miguel Sutil (Viaduto da Av. Historiador Rubens de Mendonça), no Araés.

O contrato firmado pela Prefeitura institui algumas exigências mínimas para a execução do serviço. Para evitar riscos de acidentes aos usuários dos locais e os operários, por exemplo, a empresa deve sempre sinalizar os espaços de atuação com placas, fitas ou tapumes. Também está estabelecido que os serviços prejudiquem o mínimo possível o fluxo de pedestres e veículos. Em relação à garantia das obras, está determinado o uso de material normatizado e de boa qualidade. Engenheiros fiscais também são designados para acompanhar cada etapa do trabalho.

“Em todos esses locais, a nossa exigência é que seja entregue uma obra de qualidade, em que a população não precisará mais ter esse tipo de preocupação. Além disso, são vias com grande movimentação de veículos e pedestres e isso também faz com que esse cuidado seja redobrado. Por isso, no próprio contrato que firmamos com a empreiteira, buscamos nos resguardar e estabelecer cláusulas que garantam as boas condições no serviço prestado”, destaca Rodrigues.





URL Fonte: http://toquedealerta.com.br/noticia/36665/visualizar/