Publicado em Terça - 26 de Maio de 2020

Câmara aprova MP que aumenta salário mínimo para R$ 1.045

A Câmara aprovou na noite desta terça-feira (26) a Medida Provisória 919/20, que aumenta o salário mínimo para R$ 1.045 em 2020. O texto segue para análise para o Senado.

Os deputados aprovaram o projeto de lei de conversão do deputado Coronel Armando (PSL-SC) e incorpora ao salário mínimo o aumento que passou a vigorar em janeiro deste ano, quando a MP 916/19 foi publicada.

A MP 916/19, editada no final do ano passado, acrescentou ao salário mínimo um reajuste de 4,1%, que correspondeu à estimativa do Índice Nacioanl do Preços ao Consumidor (INPC) para 2019. Com isso, o salário mínimo passou de R$$ 998 para R$ 1.039.

Leia mais...

Delegado Claudinei atende sete municípios de MT com viaturas cedidas pela Sesp-MT

Publicado em Terça - 26 de Maio de 2020 | por Redação TA c/ Assessoria

Leia mais...
© Reprodução/ Twitter
© Reprodução/ Twitter

Bolsonaro é "burro demais", diz prefeito de Manaus

Publicado em Segunda - 25 de Maio de 2020 | por Redação ISTOÉ

Leia mais...
© Luis Macedo/Câmara dos Deputados O empresário Luciano Hang
© Luis Macedo/Câmara dos Deputados O empresário Luciano Hang

Não pedi nada, diz dono da Havan após ser citado por Bolsonaro em reunião

Publicado em Segunda - 25 de Maio de 2020 | por Roberta Paduan, Veja.com

Leia mais...
© Dida Sampaio/Estadão O ministro Augusto Heleno, do GSI, com o presidente Jair Bolsonaro durante manifestação neste domingo, 24 de maio, em Brasília
© Dida Sampaio/Estadão O ministro Augusto Heleno, do GSI, com o presidente Jair Bolsonaro durante manifestação neste domingo, 24 de maio, em Brasília

Oficiais da reserva saem em defesa de Heleno, atacam imprensa e STF e falam em 'guerra civil'

Publicado em Domingo - 24 de Maio de 2020 | por Ricardo Galhardo, Estadão

Leia mais...
© Ed Alves/CB/D.A Press
© Ed Alves/CB/D.A Press

Moro diz que Bolsonaro nunca implementou agenda anticorrupção

Publicado em Domingo - 24 de Maio de 2020 | por Augusto Fernandes, Correio Braziliense

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro afirmou que o presidente Jair Bolsonaro nunca implementou uma agenda de combate à corrupção no governo federal. Em entrevista ao Fantástico na noite deste domingo (24/5), Moro garantiu que o chefe do Palácio do Planalto não tomou nenhuma atitude para cumprir o que foi uma das suas principais bandeiras durante a campanha eleitoral de 2018.

“Me desculpem aqui os seguidores do presidente se essa é uma verdade inconveniente, mas essa agenda anticorrupção não teve um impulso por parte do presidente da República para que nós implementássemos”, comentou o ex-ministro ao programa da TV Globo.

Leia mais...
© Fernando Frazão/Agência Brasil
© Fernando Frazão/Agência Brasil

Em sessão virtual, Barroso toma posse nesta segunda-feira como presidente do TSE

Publicado em Domingo - 24 de Maio de 2020

Em cerimônia inédita, sem convidados e sem plateia presencial, os ministros Luís Roberto Barroso e Edson Fachin tomam posse nesta segunda-feira (25), às 17h, como presidente e vice-presidente, respectivamente, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A nova gestão comandará a Corte até fevereiro de 2022.

Leia mais...
© Lula Marques - Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, tornou público o conteúdo integral do vídeo da reunião de Bolsonaro com seus ministros
© Lula Marques - Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, tornou público o conteúdo integral do vídeo da reunião de Bolsonaro com seus ministros

Vídeo de reunião de Bolsonaro é divulgado na íntegra pelo STF; veja falas mais importantes

Publicado em Sexta - 22 de Maio de 2020 | por BBC NEWS

O ministro Celso de Mello, do STF, tornou público nesta sexta-feira (22/05) o conteúdo integral do vídeo da reunião de Jair Bolsonaro com seus ministros, em 22 de abril - uma gravação considerada peça importante nas investigações de se o presidente tentou interferir no trabalho da Polícia Federal.

Leia mais...
© Tiago Queiroz/Estadão Profissionais de saúde que se infectaram com o novo coronavírus e ficaram permanentemente incapacitados poderão receber indenização.
© Tiago Queiroz/Estadão Profissionais de saúde que se infectaram com o novo coronavírus e ficaram permanentemente incapacitados poderão receber indenização.

Câmara aprova projeto que cria indenização a trabalhadores da saúde incapacitados pela covid-19

Publicado em Quinta - 21 de Maio de 2020 | por Camila Turtelli, Estadão

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira, 21, projeto que estabelece o pagamento de uma indenização no valor de R$ 50 mil a profissionais de saúde que, atuando no combate à pandemia, se infectaram com o novo coronavírus e ficaram permanentemente incapacitados.

Leia mais...