Publicado em Segunda - 07 de Agosto de 2017

Jeito preguiça de ser...

"O diabo sempre inventa uma maldade para quem está de mãos vazias". Quem nunca ouviu tal frase? Repetida várias vezes ao longo do tempo, transforma o trabalho em fonte de virtude. Afinal, "o trabalho dignifica o homem", ou mesmo "e sem o seu trabalho, o homem não tem honra", eternizado, em versos, por Fagner.

Leia mais...
GONÇALO ANTUNES DE BARROS NETO escreve aos domingos em A Gazeta
GONÇALO ANTUNES DE BARROS NETO escreve aos domingos em A Gazeta

Lourembergue Alves é professor e articulista de A Gazeta
Lourembergue Alves é professor e articulista de A Gazeta

A versão no lugar do fato

Publicado em Segunda - 07 de Agosto de 2017

Não se está em ano político-eleitoral, mas os agentes políticos agem como se estivessem. E, por isso, dizem as coisas pela metade, jamais afirmam verdadeiramente o porquê foi tomada determinadas posições. Veja amigo (e) leitor, o caso dos descontentes do PSB/MT. Segundo estes, o deputado Valtenir Pereira é o culpado pela atual situação complicada da sigla regional. Atribuem-no, inclusive, a causa-mor de suas prováveis saídas do partido, uma vez que não o aceitam na presidência da agremiação partidária.

Leia mais...
José de Paiva Netto, jornalista, radialista e escritor
José de Paiva Netto, jornalista, radialista e escritor

Combater drogas e alcoolismo

Publicado em Segunda - 31 de Julho de 2017

É desde cedo que se aprende como é ingrato o destino que as drogas e o álcool apresentam às criaturas. As lamentáveis consequências saltam aos olhos de todos. Basta ver quantas vítimas no trânsito, a infelicidade no seio das famílias, os altíssimos custos que acarretam ao sistema de saúde.

Leia mais...
Lourembergue Alves é professor e articulista de A Gazeta, escrevendo neste espaço aos domingos
Lourembergue Alves é professor e articulista de A Gazeta, escrevendo neste espaço aos domingos

A mudança é de comportamento

Publicado em Segunda - 24 de Julho de 2017

Vive-se em momentos de crises. Crises de todos os tipos e para todos os gostos, da política a economia, da moral a ética, cujas soluções não são fáceis de ser encontradas. Mas, curiosamente, alguns brasileiros já sabem o que deve ser feito. E, então, como aconteceu em outras épocas, ressuscitam-se a ideia de que os problemas se encontram no sistema de governo adotado pelo país, em especial no presidencialismo de coalizão. Ressuscitam-se, até por conta disso, também a tese de que a solução para o país, para o seu povo é simplesmente trocar, substituir o sistema de governo pelo parlamentarismo.

Leia mais...
Daniel Almeida de Macedo
Daniel Almeida de Macedo

A fronteira Brasil Bolívia

Publicado em Segunda - 24 de Julho de 2017

Na fronteira Brasil Bolívia em Mato Grosso a comunicação entre os países é uma prática cotidiana. A movimentação transnacional de cidadãos, a comercialização de bens e serviços, e o intercâmbio cultural fazem parte da vida na região. Essa rotina pode significar um fator de desenvolvimento e ajudar no progresso e bem-estar das populações envolvidas. Mas para que essa convivência seja promissora, as políticas destinadas a garantir o controle, a segurança pública e o desenvolvimento nas localidades de fronteira devem ser eficazes. Em linhas gerais, essa foi a conclusão do relatório apresentado no dia 13 de julho pela Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso (AL/MT) sobre as condições de segurança e exercício da cidadania na região de fronteira.

Leia mais...
João Baptista Herkenhoff é Juiz de Direito aposentado (ES) e escritor.
João Baptista Herkenhoff é Juiz de Direito aposentado (ES) e escritor.

Aborto questão legal ou existencial?

Publicado em Segunda - 24 de Julho de 2017

O Juiz Marcelo Pimentel, titular da Décima Vara Cível de Vitória, autorizou que uma parturiente interrompesse a gravidez em vista da comprovação de que o bebê nasceria sem cérebro. Se magistrado da ativa ainda fosse, daria a mesma decisão que foi prolatada pelo digno colega.

Leia mais...
Gonçalo Antunes de Barros Neto escreve em A Gazeta aos domingos
Gonçalo Antunes de Barros Neto escreve em A Gazeta aos domingos

O coletivo ambiental

Publicado em Segunda - 24 de Julho de 2017

O meio ambiente como dimensão coletiva passou a ser realidade dos nossos dias, consagrado em artigos constitucionais por imposição de uma consciência global voltada para a preservação de toda forma de vida.

Leia mais...
Helio Monti é superintendente da Eletronorte-Gerencia de Obras de MT e Mestre em Economia pela UNB
Helio Monti é superintendente da Eletronorte-Gerencia de Obras de MT e Mestre em Economia pela UNB

O planeta Terra - I

Publicado em Segunda - 24 de Julho de 2017

As atividades decorrentes da presença do homem na Terra impactam em maior ou menor escala o meio ambiente dependendo da região do planeta em que isso ocorre. Muito embora as nações ricas possam ter tecnologia de ponta disponível para mitigar o grande impacto que provocam em razão do elevado nível de consumo de suas populações, sua contribuição para a degradação e o esgotamento da capacidade de suporte e resiliência da Terra são maiores do que em regiões mais pobres. Basta constatar quais são os maiores contribuintes para o aquecimento global com farta oferta de gases estufa: China, Estados Unidos, União Europeia, Índia, Rússia, Indonésia, Brasil Japão, Canadá e México.

Leia mais...
Lourembergue Alves é professor e articulista de A Gazeta, escrevendo neste espaço aos domingos.
Lourembergue Alves é professor e articulista de A Gazeta, escrevendo neste espaço aos domingos.

Reconhecer e recuar

Publicado em Quarta - 19 de Julho de 2017

A teimosia infundada não é, nem foi uma atitude saudável. O problema maior é quando a teimosia se torna prática corriqueira entre os agentes políticos. Estes, aliás, se transformam em agente público também pela via eleitoral, ou seja, pelas mãos do eleitorado. Por isso, eles, em especial na condição de agente público, jamais deveriam perder de vista os desejos, as necessidades e as vontades da população. Mas, infelizmente, não é isto que acontece cotidianamente. Veja (e) leitor, por exemplo, a criação da Secretaria Municipal Extraordinária Cuiabá 300 Anos.

Leia mais...
Marta Relvas é bióloga, doutora e mestre em Psicanálise, Neuroanatomista, Neurofisiologista, Psicopedagoga e Especialista em Bioética.
Marta Relvas é bióloga, doutora e mestre em Psicanálise, Neuroanatomista, Neurofisiologista, Psicopedagoga e Especialista em Bioética.

Aprende-se pela emoção e repetição

Publicado em Quarta - 19 de Julho de 2017

É no cérebro que as memórias cognitivas e emocionais são construídas. Por esta razão, torna-se necessário que o professor reconheça a importância desse estudo para promover a melhoria em suas práxis pedagógicas, e reconhecer como essa específica função executiva, desperta a cognição e a inteligência dos estudantes.

Leia mais...